Bebê de dois meses de vida morre asfixiada pela própria mãe

BIÉ: SUPERINTENDENTE- CHEFE ANTÓNIO HOSSI - PORTA-VOZ DO COMANDO DA PN (FOTO: BARTOLOMEU DO NASCIMENTO)

Um bebê, de dois meses de vida, morreu no passado sábado, passado na comuna de Chipeta, no município de Catabola (Bié), asfixiada pela própria mãe, informou hoje, quinta-feira, no Cuito, o porta-voz da Polícia Nacional, superintendente – chefe António Hossi.

Ao pronunciar-se sobre os crimes ocorridos nos últimos sete dias na região, aquele oficial policial precisou que Julieta Cassova, de 18 anos de idade, estava embriagada e deitou-se por cima do bebé.

A rapariga encontra-se já a contas com a justiça.

Por outro lado, nos últimos sete dias, o Comando Provincial da Polícia Nacional registou 53 crimes de natureza diversa, mais 16 em relação ao período anterior.

Consta entre os crimes contra a ordem e tranquilidade pública, uso e posse de estupefacientes, posse ilegal de armas de fogo e de engenhos explosivos, homicídios voluntários simples com culpas graves, entre outros.

Sublinhou que os casos resultaram na detenção de 44 indivíduos implicados, entre os quais 39 do sexo masculino e cinco do feminino.

Apontou como principais causas do cometimento dos delitos o uso excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas, divergências nos lares, ganância ao lucro fácil, desemprego, fome e miséria crescente, com maior incidência nas classes menos favorecidas, falta de iluminação pública nos principais centros suburbanos e inobservância às regras de trânsito.

Assegurou que as forças da ordem e tranquilidade pública continuam a desenvolver acções que visam reduzir cada vez mais a criminalidade, com a intensificação do trabalho de proximidade ao cidadão. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA