UNAC-SA defende criação da bolsa de saúde para artistas

Secretário da UNAC-SA ,Paulo Salvador Cacoma (Foto: Kinda Kiungu)

O secretário da União dos Artistas e Compositores – Sociedade de Autores (UNAC-SA), no Moxico, Salvador Cacoma, defendeu, no Luena, a criação de uma bolsa ou seguro de saúde para beneficiar os associados.

Em declarações à Angop, em reacção à morte, por doença, do músico angolano Edson Guedes Fernandes “Nacobeta”, disse que tal bolsa ou seguro iria suportar as despesas dos artistas, em questões de doenças.

Salvador Paulo Cacoma lembrou que, nos últimos anos, morreram vários artistas por doença grave, devido a falta de recursos financeiros para suportar gastos com assistência sanitárias no país e no exterior.

Prosseguiu que a união dos artistas e compositores prevê, além de criar carteira profissional dos artistas, políticas para criação da bolsa ou seguro de saúde e outras necessidades da vida social dos seus associados, com o apoio do Ministério da Cultura e das seguradoras e clínicas do país.

Quanto ao músico Nacobeta, disse que foi um artista “excepcional” que contribuiu principalmente no desenvolvimento do género Kuduro, com suas canções inéditas, visto que fez também parte da primeira geração deste estilo nos anos 90.

“A família enlutada desejo sentimentos de pesar”, exprimiu o secretário da UNAC-SA no Moxico.

Edson Guedes Fernandes ou simplesmente Nacobeta faleceu na segunda-feira última (4), vítima de doença, numa das unidades hospitalares da capital do país, Luanda.

Foi durante 10 anos, um músico de sucesso autor das músicas intituladas “Wakimono”, “Baba Baba”, “Me desculpem” e “Mata Cobra”, além de outros sucessos que participou como “Mwangolé”, “Lá na minha banda tem”, “Chupa lá” e “Mama Kudy”. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA