Trump fecha a porta a “dreamers”, mas abre janela de seis meses para nova lei

O Presidente Donald Trump (DR)

Donald Trump vai acabar com o programa DACA de proteção a emigrantes lançado por Obama, colocando um ponto de interrogação sobre o futuro de cerca de 800 mil jovens emigrantes. Para tentar agradar ao Congresso, o presidente concedeu a este órgão um prazo de seis meses para produzir nova legislação.

O DACA (Deferred Action for Childhood Arrivals, em Inglês), é um programa lançado em 2012 durante a Administração Obama que concede vistos e números de segurança social aos emigrantes ilegais que foram para os EUA enquanto crianças ou aos filhos de emigrantes ilegais que nasceram nos EUA.

Protegendo os direitos de cerca de 800 mil jovens (os chamados “dreamers”, sonhadores, em Português), maioritariamente sul-americanos, o DACA estará perto do fim, conforme adianta o The Guardian. Donald Trump prepara-se para anunciar na próxima terça-feira o fim deste programa, cumprindo a sua promessa eleitoral de deportar todos os emigrantes ilegais.

Mas o fim não será imediato, conforme afirma o jornal, citando fontes próximas do processo. Trump concederá ao Congresso norte-americano seis meses para criar legislação que substitua a lei atual, uma decisão que representa um compromisso face aos membros do próprio partido, que já se manifestaram contra o fim do programa de apoio a estes jovens emigrantes. Entre os republicanos que pediram ao presidente que mantivesse o DACA contam-se o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, e o CEO da Apple, Tim Cook. (Jornal Económico)

DEIXE UMA RESPOSTA