Trezentos efectivos desmobilizados das FAA transitam para polícia

EX-MILITARES TRANSITAM PARA A PN DEPOIS DE CUMPRIDO O SERVIÇO MILITAR OPERATÓRIO (FOTO: KYNDA KYUNGU)

Trezentos efectivos desmobilizados das Forças Armadas Angolanas (FAA), dos quais 286 homens e 14 mulheres, transitaram nesta quinta-feira para a Polícia Nacional (PN), depois de terem cumprido o serviço militar obrigatório.

A cerimónia de transição dos referidos efectivos, que serão distribuídos pelos 14 municípios de Malanje, foi presidida pelo governador provincial, Norberto Fernandes dos Santos “Kwata Kanawa”, que considerou a decisão como uma atitude patriótica.

Neste sentido, realçou a necessidade do reforço de interacção com as comunidades, de modo a reduzir o índice de criminalidade na província, ao mesmo tempo que aconselhou ao permanente aprimoramento das técnicas e tácticas militares, para fazer face aos desafios do momento.

Por sua vez, o delegado provincial do Ministério do Interior, comissário António José Bernardo, lembrou que a transferência dos ex-FAA para a PN decorre da vontade de cada um deles, porquanto entenderam poder dar o seu auxílio em prol da estabilidade e segurança nacional.

A defesa das populações e dos seus bens, enquanto detentora da soberania, é um aspecto ao qual deverá recair a atenção dos efectivos, mediante ao cumprimento das missões com espírito de lealdade e obediências às leis vigentes no país, disse.

O coronel Manuel Yembe, em representação do comandante do primeiro Corpo do Exército apelou, na ocasião, aos recém-incorporados na PN para a disciplina, de modo a preservar a paz efectiva que o país vive há 15 anos.

O acto foi testemunhado por entidades do Ministério do Interior e das FAA, e por membros do governo local. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA