Tany Narciso manda demolir obra da Rádio Cazenga: “Enquanto eu for o administrador, o Marco Histórico vai me pertencer”

Tani Narciso, Administrador do Cazenga (DR)

O administrador do Cazenga, Victor Nataniel Narciso, ‘Tany Narciso”, ordenou a demolição da obra de ampliação da Rádio Cazenga, sob a alegação de que a mesma decorre num espaço que está sob sua alçada: o Marco Histórico local.

As obras de ampliação da Rádio Cazenga, orçadas em quatro milhões de kwanzas, foram ontem demolidas por ordem do administrador Tany Narciso, confirma o próprio ao Novo Jornal Online.

“Enquanto eu for o administrador do Cazenga, o Marco Histórico vai me pertencer. Ninguém tem o direito de fazer uma obra neste espaço sem a minha autorização”, diz o responsável, reforçando que o espaço não é da emissora.

“Já aconselhei o director da Rádio a não avançar com as obras. Se ele insistir terá fortes problemas com a administração”, avisa o administrador, que garante não entender “o motivo de tanto alarido por parte dos jornalistas” da estação.

Segundo um dos profissionais da Rádio Cazenga, que fala ao Novo Jornal Online sob anonimato, “alguns colegas foram indiciados e ameaçados por polícias do Comando da Divisão do Cazenga”, por contestarem a ordem de demolição.

“Os efectivos da fiscalização, acompanhados por polícias, derrubaram toda a estrutura que já estava erguida, sob o argumento de que o recinto do Marco Histórico pertence ao senhor administrador”, relata a mesma fonte, que acusa Tany Narciso de desrespeito.

“O administrador disse em tom de arrogância que aqui não é permitida nenhuma obra. Disse que o espaço não é da Rádio e que só o ocupamos graças a ele”, conta, acrescentando que o político humilhou os jornalistas e o director da estação.

“Nem o António Kapapa, que é director da Rádio, ele respeitou. A Rádio Cazenga é pública e ele [Tany Narciso] sendo administrador não deveria se portar deste jeito”, criticou a mesma fonte.

Contactado pelo Novo Jornal Online, o director da Rádio, António Kapapa, recusou adiantar mais pormenores sobre o caso.

“Não estou em condições de falar nada. É melhor deixar as coisas como estão”, limitou-se a declarar.

O Centro de Produção do Cazenga, que funciona nas instalações do Marco Histórico do Cazenga, pertence à Rádio Nacional e foi inaugurado em 2010 pela então ministra da Comunicação Social, Carolina Cerqueira.

Na altura, a responsável, que hoje tutela o Ministério da Cultura, afirmou que o projecto contava com o apoio da Administração Municipal do Cazenga, já então encabeçada por Tany Narciso.

“A criação da rádio surge do esforço desenvolvido pela administração do município junto do Ministério da Comunicação Social e juntos partilham as despesas. Esta parceria resulta em vantagens para a população local e o país”, lembrou Carolina Cerqueira. (Novo Jornal Online)

DEIXE UMA RESPOSTA