Sindicato do Ensino Superior em Angola ameaça voltar à greve em Outubro

Manifestação do SINPROF no Lubango, em 2013 (DW)

Em causa subsídios suspensos e fim de militância partidária como requisito para cargos de chefias

Professores do ensino superior público ponderam entrar em greve a partir do mês de Outubro se o próximo Governo não se mostrar sensível para com as suas reivindicações.

O Sindicato do Ensino Superior reuniu–se com os seus filiados para exigir à entidade patronal a reposição dos vários subsídios alegadamente suspensos pelo anterior titular do Ministério do Ensino Superior.

Entre os subsídios estão os de renda de casa, regente da cadeira e de curso, orientação e conclusão de tese e de exame, segundo o líder do sindicato, Carlinhos Zassala.

O académico disse à VOA que os profissionais exigem igualmente que o próximo Governo autorize as promoções das carreiras docentes e anule a exigência de cartão de filiação partidária para as nomeações para cargos de chefias nas universidades. (VOA)

DEIXE UMA RESPOSTA