Regresso da Nkosozana no Parlamento pode antecipar saída de Jacob Zuma

Nkosazana Dlamini-Zuma (DR)

O REGRESSO de Nkosazana Dlamini-Zuma ao Parlamento deixa a porta aberta para que o Presidente Jacob Zuma abandone antecipadamente a presidência, após a eleição do seu sucessor na conferência electiva do ANC em Dezembro, defendem algumas figuras próximas do partido no poder na África do Sul.

Dlamini-Zuma deve tomar posse como deputada na Assembleia Nacional (NA) e provavelmente ser nomeada para um cargo no Governo naquela que seria uma segunda remodelação do Executivo, depois da exoneração, em Março, do então Ministro das Finanças, Pravin Gordhan, e seu adjunto, Mcebisi Jonas.

Os apoiantes de Dlamini-Zuma no ANC dizem que a sua reentrada no Parlamento era prevista há algum tempo, pelo que a sua nomeação para um cargo no Executivo facilitaria a demissão de Jacob Zuma no início do próximo ano e a passagem do testemunho à sua antiga esposa – desde que esta ganhe a eleição para líder do ANC em Dezembro.

“Esse foi o plano o tempo todo”, disse um membro do Comité de Trabalho Nacional do ANC no campo de Dlamini-Zuma.

“Nós falamos sobre o facto de que [Zuma] está a ponderar largar o poder antes do término do seu mandato presidencial, provavelmente após a conferência de Dezembro. Ele quer evitar a existência de dois centros de poder. Assim, precisamos que ela seja deputada para mais tarde assumir o controlo depois dele (Jacob Zuma)”, disse uma das fontes citadas pela News24.

O secretário-geral do ANC, Gwede Mantashe, confirmou que Dlamini-Zuma vai tomar posse como deputada, mas que não fazia nenhuma ideia se Zuma a iria nomear para algum cargo no Governo.

O regresso de Nkosazana Dlamini-Zuma como deputada é o começo de uma purga daqueles que se voltaram contra o Presidente Jacob Zuma na recente votação da moção de censura no Parlamento, defendeu o chefe da bancada parlamentar da Aliança Democrática John Steenhuisen, que acredita que uma remodelação do Governo está agora definitivamente na mesa.

Dlamini-Zuma, ex-ministra da Saúde, das Relações Exteriores e dos Assuntos Internos da África do Sul, é uma dos protagonistas da corrida presidencial do partido governamental, assim como o vice-presidente Cyril Ramaphosa. (Jornal de Notícias MZ)

DEIXE UMA RESPOSTA