Publicada a Acta de Apuramento

(DR)

O mapa oficial com os resultados do pleito eleitoral de 23 de Agosto já se encontra publicado em Diário da República, nos termos da Lei Orgânica sobre as Eleições Gerais.

O mapa, publicado pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), apresenta o número de votos obtidos por cada uma das seis formações políticas concorrentes, assim como a distribuição dos assentos parlamentares pelos círculos nacional e provinciais.

Na quarta-feira, o Tribunal Constitucional (TC) autorizou a investidura das entidades eleitas no pleito eleitoral, nomeadamente do Presidente e Vice-Presidente da República, e dos 220 deputados à Assembleia Nacional.

Na ocasião, o presidente doTribunal Constitucional, Rui Ferreira, felicitou o Presidente e o Vice-Presidente da República eleitos, os deputados à Assembleia Nacional, todos os agentes eleitorais participantes, as formações políticas concorrentes e os cidadãos eleitores.

De acordo com os resultados definitivos divulgados pela CNE, o MPLA venceu as eleições de 23 de Agosto com 61,07 por cento dos votos, tendo-se seguido a UNITA com 26,72 por cento e a CASA-CE com 9,49 por cento. Nas posições seguintes ficaram o PRS, a FNLA e a APN, com 1,33%, 0,91% e 0,50%, respectivamente. Fruto destes resultados, o partido no poder elegeu 150 deputados, a UNITA 51, a CASA-CE 16, o PRS dois e a FNLA um parlamentar.

A APN não conseguiu eleger deputado, mas conseguiu evitar a extinção. A Lei Eleitoral angolana estabelece que uma formação política que não consegue uma percentagem igual ou superior a 0,5 é extinta.

Para as eleições gerais deste ano estavam inscritos 9.317.294 eleitores, tendo participado na votação 7.093.002, o que corresponde a 76,12 por cento. Foram registados 6.817.877 votos válidos (96,121%), tendo havido 172.639 votos brancos (2,434%) e 102.486 nulos (1,445%). (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA