Procurador militar quer aumento de magistrados no país

General Hélder Fernando Pitta Gróz,Vice-Procurador Geral da República e procurador militar (Foto: José Cachiva)

O vice procurador-geral da República para esfera militar, Hélder Fernando Pita Grós, manifestou nesta sexta-feira, em Luanda, a necessidade do aumento do número de magistrados militares no país, para a prossecução dos interesses supremos da justiça militar.

Ao falar à margem da abertura do I curso de Formação Inicial de Magistrados Militares, no Instituto Nacional de Estudos Judiciários (INEJ), considerou insuficientes os actuais 120 magistrados militares para cobrir todo o território nacional.

Fez saber que a formação iniciada no INEJ vai permitir aumentar o número de magistrados militares, apelando aos formandos no sentido de tirarem o máximo proveito desse curso, de capital interesse para o exercício das suas funções.

“Temos a justiça militar desde os primórdios da nossa independência, inicialmente constituída por oficiais com o mínimo de formação em direito e agora vimos a necessidade de dar uma formação mais sustentada, para exercer melhor a nossa actividade”, expressou.

Participam no curso 60 oficiais recém integrados na justiça militar, licenciados em direito, no âmbito do protocolo de cooperação entre os órgãos de justiça militar e o Instituto Nacional de Estudos Judiciários (INEJ), enquanto instituição responsável pela formação técnica e profissional dos quadros do sector da justiça.

O curso vai decorrer no Instituto Nacional de Estudos Judiciários (INEJ), em Luanda, até 25 de Maio de 2018, abarcando um total de 952 horas lectivas. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA