Onze pessoas morreram afogadas no canal do Kikuxi

Faustino Sebastião- Porta voz do Serviço de Proteccão Civil e Bombeiros (DR)

Pelo menos onze pessoas morreram afogadas, nos últimos oito meses de 2017, no canal de irrigação do Kikuxi, município de Viana, informou hoje, segunda-feira, o porta-voz do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Sebastião.

Em declarações à Angop, no Distrito Urbano da Ingombota, o responsável disse que a maior parte das vítimas são menores e jovens entre os sete e 32 anos de idade de ambos os sexos.

Para o efeito, alertou aos residentes da zona para que cuidem das crianças, já que como adultos, têm mais consciência do perigo e dos riscos de afogamentos.

De acordo com o oficial, devido ao perigo que representa a profundidade do canal, em céu aberto, os populares devem evitar o seu uso frequentemente para lavar a roupa ou tomar banho, tendo acrescentado que a mensagem tem sido passada às pessoas por especialistas dos bombeiros e da admistração municipal de Viana nas campanhas de sencibilizaçao ao longo do referido canal.

O sistema hidráulico do Kikuxi, com cerca de 25 quilómetros, sob gestão do Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, visa apoiar a irrigação do perímetro agrícola local e a distribuição de água potável para parte da cidade de Luanda, através da Empresa Provincial de Água de Luanda (EPAL). (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA