Moçambique: muçulmanos celebram sacrifício do carneiro

Muçulmanos orando no dia do Ide ul-Adha (AFP)

Comunidade muçulmana de Moçambique celebrou ontem a festa do sacrifício do carneiro, ou Ide ul-Adha, o governo concedeu tolerância de ponto aos crentes muçulmanos.

A comunidade muçulmana está em festa em Moçambique com a celebração do Ide ul– Adha ou sacrifício do carneiro.

Esta cerimónia religiosa que assinala também o fim da peregrinação a Meca, foi marcada por apelos à paz, reconciliação nacional e entendimento entre os actores políticos.

As palavras de esperança do presidente da comunidade Maometana em Moçambique Saleem Karim foram também evocadas pelos crentes.

O governo decretou tolerância de ponto, para todos os trabalhadores e funcionários públicos que professam a religião muçulmana, para que possam celebrar em família a festa do sacrifício do carneiro.

Nesta ocasião o Presidente da República Filipe Nyusi, em visita à província da Zambézia, apelou ao envolvimento da comunidade muçulmana nos esforços de busca da paz efectiva no país.

Esta semana, em entrevista ao semanário Canal de Moçambique, o líder da Renamo Afonso Dhlakama declarou que vai assinar com o Presidente Filipe Nyusi um acordo de paz entre Outubro e Novembro. (Rfi)

DEIXE UMA RESPOSTA