Manifestação contra morte de polícias

Um soldado do 16º BPM (Olaria) morreu e outras duas pessoas ficaram feridas durante uma suposta tentativa de assalto na Estrada do Porto Velho, em Cordovil, na zona norte do Rio de Janeiro (ARQ) (DR)

CENTENAS de pessoas juntaram domingo no Rio de Janeiro, numa manifestação para chamar a atenção da sociedade brasileira para o elevado número de mortes de agentes de segurança no Estado do Rio de Janeiro.

A acção, que reuniu cerca de 300 pessoas, entre polícias activos e na reserva, familiares e amigos das vítimas, ocorreu no mesmo dia em que foi enterrado o 101º agente assassinado desde o início do ano no Rio , o sargento da Polícia Militar (PM) Lúcio Ferreira de Santana, morto na última sexta-feira, 1 de Setembro.

A manifestação não teve carácter reivindicatório, embora cada grupo participante tenha chamado a atenção para as suas lutas específicas, como a falta de infraestrutura e de armamento de qualidade e a necessidade de atendimento psicológico adequado aos polícias que foram baleados e sobreviveram. (Jornal de Notícias MZ)

DEIXE UMA RESPOSTA