Mais de metade da população activa portuguesa não tem sequer o secundário

Bandeira de Portugal (DR)

Relatório da OCDE destaca as altas taxas de abandono dos estudantes nacionais. Cerca de 40% dos nossos alunos não conseguem concluir o secundário em três anos.

Mais de metade da população activa portuguesa não tem o ensino secundário e apenas cerca de 60% dos alunos que entram nesse nível de ensino conseguem concluir os estudos sem atrasos significativos. Esta é uma das principais conclusões do Education at a Glance 2017, o relatório que analisa a educação nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

Tendo em conta dados de 2016, cerca de um terço (31%) dos jovens adultos entre os 25 e os 34 anos abandonaram o secundário, quase o dobro da média da OCDE. Para a OCDE este é mesmo um dos grandes desafios do nosso país: “em primeiro lugar assegurar o acesso à educação e depois assegurar que os estudantes completam os estudos”.

E se o primeiro desafio parece assegurado, já que 96% dos alunos entre os 15 e os 17 anos estão no ensino secundário, apenas metade deles o conseguem concluir nos três anos previstos. De todos os países analisados, Portugal é mesmo o que apresenta a taxa mais alta de estudantes que deixam a escola sem concluir o secundário em cinco anos: 35%, quando a média da OCDE é de 21%. (Diário de Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA