Ler Agora:
Jerónimo distribui cumprimentos ao lado de candidato suspeito de peculato
Artigo completo 3 minutos de leitura

Jerónimo distribui cumprimentos ao lado de candidato suspeito de peculato

O secretário-geral do PCP distribuiu hoje beijos e abraços nas Festas de Sobral de Monte Agraço, câmara comunista desde 1979 cujo actual presidente se recandidata às eleições autárquicas com o peso de uma suspeita por peculato.

“De vez em quando lá aparece um caso e mais um caso e são sempre os mesmos do costume que estão a pensar ver se agarram os eleitos da CDU”, refere Jerónimo de Sousa, no seu discurso antes da arruada pelas Festas da Vila, não querendo escapar ao assunto.

Com José Alberto Quintino a afirmar ser vítima de “mentiras e difamação para o denegrirem na véspera das eleições”, o secretário-geral do PCP, sublinha que “a grande diferença entre a CDU e outras forças políticas é que os seus eleitos “estão na política a pensar servir e povo e não para se servirem eles próprios”.

O autarca comunista disse aos jornalistas que ainda não foi notificado, que está “de consciência tranquila” e que continua a ter o apoio do partido.

A viagem que alegadamente fez com a família e amigos em veículos da câmara em 2014, e que motivou a abertura de um inquérito pelo Ministério Público, como confirmou à agência Lusa, mais não foi do que uma “viagem de trabalho com empresários do concelho”.

Sem temer o contacto directo com os potenciais oito mil eleitores do concelho e sem se escusar a cumprimentar o cabeça-de-lista do PSD, com quem se cruzou, a comitiva segue para “próxima da população conseguir desmontar a desinformação”.

Com o lema “provas dadas, trabalho a continuar”, a CDU procura manter o bastião comunista desde as segundas eleições autárquicas de 1979, ganhas até 2009 pelo ex-presidente, António Bogalho, também presente.

“Alguns não entendem como é possível, num pequeno concelho, a CDU manter a maioria absoluta”, lembrava Jerónimo de Sousa no jantar.

José Alberto Quintino, 39 anos, que rejuvenesceu o executivo ao ganhar as eleições em 2013, depois de ter sido vice-presidente durante dois mandatos, pretende assim dar continuidade a esse trabalho, através da atracção de investimento ao concelho, da revisão do Plano Director Municipal e da construção do pavilhão multi serviços.

O Ministério Público abriu inquérito por suspeitas de peculato contra o presidente da câmara e candidato da CDU e contra o presidente da freguesia de Santo Quintino e cabeça-de-lista à mesma, noticiou o Observador, adiantando que o caso terá sido denunciado às autoridades por funcionários autárquicos.

Nas últimas eleições, PS e a coligação PSD/CDS-PP elegeram um vereador cada, dando a maioria à CDU no executivo municipal, com três elementos eleitos. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »