Japão não vai tolerar “provocações” e vai responder “de forma adequada”

Primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe (DR)

O Japão condena hoje fortemente a Coreia do Norte pelo míssil lançado e que sobrevoou a ilha japonesa de Hokkaido, anunciou hoje o porta-voz do governo nipónico.

“O Japão não vai tolerar estas provocações e protestamos fortemente contra a Coreia do Norte”, advertiu o porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga, salientando a vontade de “responder de forma adequada, juntamente com os Estados Unidos, a Coreia do Sul e outros países interessados” a este ato de Pyongyang.

A Coreia do Norte lançou hoje (já sexta-feira de manhã em Tóquio) um míssil que sobrevoou o Japão, anunciou o Governo japonês.

O míssil sobrevoou a ilha de Hokkaido (norte) às 07h06 de sexta-feira (hora em Tóquio, 23h00 em Lisboa), precisaram as autoridades japonesas, que indicaram que o sistema de aviso J-Alert foi acionado em várias regiões do norte do arquipélago.

Minutos antes da posição do executivo japonês, a agência de notícias sul-coreana, Yonhap, tinha afirmado que Pyongyang lançou um míssil não identificado. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA