Huambo: Paralisada recolha de animais nas ruas por falta de viatura apropriada

Cães vadios (Arquivo) (Foto: Lino Guimaraes)

O processo de recolha de cães, gatos e macacos que circulam nas ruas da cidade do Huambo e arredores, sem a companhia dos seus donos, está paralisado, desde o inicio do ano, por falta de viatura apropriada.

Ao confirmar o facto sábado, à Angop, a chefe da repartição da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pesca da administração do município do Huambo, Genoveva Chicola, disse que a única viatura para o efeito encontra-se avariada desde finais do ano passado.

Por esta razão, informou, a administração tem feito recolha dirigida de animais suspeitos de possuírem raiva, através da solicitação dos moradores, mas utilizando meios da população.

Neste âmbito, Genoveva Chicola deu a conhecer que nos primeiros seis meses os técnicos foram chamados a recolher 11 cães com raiva, que posteriormente foram mortos e incinerados.

Entretanto, afirmou estarem a ser empreendidos esforços no sentido de, ainda este ano, recuperar a viatura avariada, para ser retomado o processo de recolha de animais nas ruas, por constituir uma ameaça aos transeuntes e à própria saúde pública.

“Apesar de dispormos de anzóis e redes de captura, falta-nos a viatura com gaiolas. Cães, gatos e macacos, nas ruas, representam, sempre, uma ameaça, pois podem atacar as pessoas e nunca se sabe o estado de saúde destes animais”, referiu.

A responsável apelou os criadores destes animais a mantê-los em locais seguros e a vacinarem os mesmos, reduzindo o risco dos mesmos saírem às ruas e atacarem pessoas ou contraírem doença no contacto com outros já infectados. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA