Homem morto à facada pela mulher enquanto dormia

(Getty Images)

Paulino Monteiro, de 35 anos, foi assassinado com uma facada no peito quando dormia, supostamente por passar um final de semana fora de casa. O homicídio ocorreu no domingo, no bairro da Calemba, Maianga, e a alegada homicida, a sua mulher, já foi detida pela polícia.

Pedro dos Santos, irmão mais velho da vítima, explicou ao Novo Jornal Online que Paulino foi apanhado de surpresa pela esposa.

“O meu irmão tinha acabado de chegar em casa, passou o final de semana fora, quando chegou foi dormir no cadeirão na sala”, contou Pedro dos Santos, descrevendo o local onde o golpe com a faca terá sido desferido.

Depois da agressão, a vítima ainda conseguiu sair para a rua, onde acabaria por morrer, pouco depois de, segundo estes, contar aos vizinhos o que aconteceu.

“Enquanto o Paulino dormia, a mulher começou a revistar-lhe os bolsos. O meu irmão despertou, ela disse-lhe que os valores não deviam chegar para as compras. O meu irmão deu-lhe mais três mil Kwanzas e continuou a dormir… Logo em seguida a minha cunhada saiu de casa para ir com as amigas e foi quando regressou que cometeu o crime”, descreveu ainda o irmão da vítima.

Segundo Pedro dos Santos, Tina, de 32 anos, era a segunda esposa de Paulino, viviam maritalmente há quatro anos e tinham dois filhos.

Após o alegado homicídio, Tina procurou sair do bairro mas, segundo relatam os vizinhos, foi apanhada e foi espancada, tendo sido a chegada da Polícia que evitou que fosse também assassinada.

Contactado pelo Novo Jornal Online, o director provincial de comunicação institucional e imprensa do Ministério do Interior, intendente Mateus Rodrigues, afirmou que a presumível autora do crime já se encontra detida na Direcção Provincial do SIC-Luanda.

“As forças da ordem detiveram a jovem no dia em que aconteceu o crime e quando estava a ser agredida pela população. Por sorte passava uma patrulha que fazia giro na área e deteve e protegeu a jovem”, finalizou. (Novo Jornal)

DEIXE UMA RESPOSTA