Historiador defende concretização dos ideais de Neto

António Agostinho Neto - Primeiro Presidente de Angola, Heroi Nacional e Fundador do MPLA (Foto: Fotos: Quino Viñas)

O historiador angolano Domingos Vieira Martins defendeu quarta-feira, em Luanda, que os angolanos devem trabalhar e estudar para a concretização dos ideais do primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto.

Domingos Martins que dissertou uma palestra obre a vida e obra de Agostinho Neto e seu contributo para a Independência de Angola, considerou que os ideias de Neto devem contar com a contribuição de todos para a sua concretização.

Para ele, Agostinho Neto foi uma figura emblemática que tudo fez para a libertação de Angola e sacrificou a sua vida em prol da libertação do povo Angolano.

Durante a palestra, o palestrante fez um incursão na vida de Agostinho Neto desde o seu nascimento, em 1922 até a sua morte em 1979.

O locutor destacou a sua formação académica, tendo afirmando que Neto foi um aluno brilhante e desde muito cedo demonstrou uma inteligência fora do comum.

Falou também das suas actividades políticas que iniciaram em Portugal na Casa dos Estudantes do Império enquanto se formava, tendo sido preso quatro vezes pela Policia Colonial Portuguesa (Pide).

Agostinho Neto formou-se em medicina na universidade de Coimbra em Portugal e casou-se com Maria Eugênia Neto, com quem teve três filhos.

A palestra enquadrou-se no programa de actividades alusivas ao aniversario do Kilamba Kiaxi e do seu patrono António Agostinho Neto,

A actividade contou com momentos culturais com a actuação do grupo Kituxi e seus acompanhantes e o cantor Varela, que interpretou temas da autoria do músico Day Doy.

No mesmo acto foram homenageados 29 figuras históricas que trabalharam e lutaram em prol da independência do pais e do desenvolvimento do Kilamba Kiaxi. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA