Guiné-Bissau: denunciada censura na Televisão

Televisão da Guiné-Bissau envolta em controvérsia (Getty Images)

Os funcionários da televisão da Guiné-Bissau deram um murro na mesa. De agora em diante não vão tolerar a censura das notícias. Dizem que casos há em que os directores vão à redação indicar aos repórteres que partes das notícias devem ser cortadas.

Os funcionários da unica estação televisiva da Guiné-Bissau entregaram à direcção e ao Governo uma carta assinada por 88 colaboradores na qual dizem de forma clara que basta de censura.

De ora em diante todas as noticias serão acompanhadas e serão exibidas na integra na TGB.

Francisco Indeque, o presidente do sindicato da TGB entregou ao Governo e à direcção da estação um abaixo-assinado dos trabalhadores.

O presidente do sindicato dos trabalhadores da televisao da Guiné-Bissau, Francisco Indeque, diz que está na estação desde a sua criação em 1989, mas nunca viu tanta censura como agora. (RFI)

DEIXE UMA RESPOSTA