Fundo Soberano investe 20 milhões de dólares na fazenda Pedras Negras

PCA do Fundo Soberano de Angola, José Filomeno dos Santos (Foto: António Lourenço)

Vinte milhões de dólares norte-americanos é o valor a ser investido gradualmente pelo Fundo Soberano de Angola na fazenda Pedras Negras, em Cacuso, província de Malanje, para produção agrícola e promoção da auto-suficiência alimentar das famílias no âmbito do processo de diversificação da economia.

A informação foi prestada ontem (13) pela responsável para área de relações públicas da Quantum Global Group, empresa gestora da Fazenda, Reginalda Pedro, à margem de uma visita de constatação das acções que têm sido desenvolvidas na fazenda, pelo Fundo Soberano de Angola.

Referiu que o investimento iniciou em 2016, tendo até ao momento sido aplicados 4,2 milhões de dólares na compra de equipamentos e ‘in puts’ agrícolas, que contribuirão para produção e transformação de cereais, como a massambala, soja e milho em fuba e ração.

Por outro lado, Reginalda Pedro fez saber que neste momento estão a ser preparados três mil e 500 hectares para a sementeira de milho, 900 hectares para massambala e 500 para soja, com previsão de colheita de 14 mil toneladas de milho, mil e 250 de soja e duas mil e 800 toneladas de massambala. Com isso, acrescentou, a fazenda pretende atender o mercado local e posteriormente exportar, por meio de uma cadeia de distribuição, a ser criada tão logo se atinja a meta preconizada no que toca a auto-suficiência alimentar nacional.

Entretanto, a responsável disse que o Fundo Soberano de Angola dispõe de 250 milhões do valor geral para financiamento das Fazenda Pedras Negras de Malanje e outras das províncias o Uíge, Cunene, Bié, Zaire e Cuando Cubando.

Criada em 2012, a Fazenda Pedras Negras está implantada numa área de 13 mil hectares. (Valor Económico)

DEIXE UMA RESPOSTA