Ex-banqueiro acusa Michel Temer de receber suborno da Gol

Presidente Michel Temer discursa no Palácio do Planalto, 1 de agosto de 2017 (Afp)

O ex-banqueiro Lúcio Bolonha Funaro acusou o presidente do Brasil, Michel Temer, de receber um suborno de mais de cinco milhões de euros de um dos fundadores da companhia Gol Linhas Aéreas.

O jornal Globo noticia hoje que este pagamento teve como contrapartida o apoio ao projeto de abertura do setor aéreo brasileiro a capital estrangeiro e que os mais de cinco milhões de euros (20 milhões de reais) foram alegadamente usados no pagamento em horas de voo na campanha eleitoral de 2014.

Estas acusações foram feitas pelo ex-banqueiro Lúcio Bolonha Funaro, que está detido em Brasília, no âmbito dos depoimentos da operações Lava Jato que está a fazer depois da colaboração assinada com a Procuradoria-Geral da República.

No ano passado, com o apoio do Governo de Temer e durante o processo de ‘impeachment’ da ex-presidente Dilma Rousseff, a Câmara dos Deputados brasileira aprovou a medida provisória que permitiu 100 por cento do controlo acionista de empresas aéreas brasileiras pelo capital externo.

O jornal refere ainda que, como se trata de um fato relacionado com o exercício do mandato do presidente brasileiro, o procurador-geral da República pode incluir as informações na denúncia que está preparando contra Temer. (Diário de Notícias)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA