Empresa angolana acusa de roubo sócio irlandês, descrito como “predador de dinheiro”

Firma de gestão de empreendimentos imobiliários é autora da queixa ( Foto: Quintiliano dos Santos)

Uma empresa angolana denuncia o roubo protagonizado por um sócio irlandês, com ligações à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos Estados Unidos da América. Os gestores da empresa já intercederam junto das autoridades judiciais e alertam para uma investigação nos EUA.

Uma empresa de direito angolano terá sido alegadamente assaltada por um sócio de nacionalidade irlandesa, denunciou há dias ao Novo Jornal o administrador da firma de gestão de empreendimentos imobiliários, Vitagest Lda, Miguel Andrade.

Segundo este responsável, a acção consistiu no roubo de documentos da empresa, que poderiam comprometer o cidadão irlandês Christopher Sugrue – que denominam de “predador de dinheiro” – que é igualmente acusado de ter estado na base de um escândalo financeiro que envolve a empresa Refco & PlusFunds Group, Inc. (Novo Jornal Online)

DEIXE UMA RESPOSTA