Embaixada norte-americana levanta suspensão de vistos a responsáveis serraleoneses

(DR)

A Embaixada dos Estados Unidos na Serra Leoa levantou a emissão de vistos de categoria B aos responsáveis do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Imigração deste país, anuncia um comunicado publicado em Freetown, a capital.

Esta medida, que vigora a partir desta quarta-feira, 13 de setembro de 2017, inscreve-se no quadro duma ordem de restrição que afecta os países que se recusam a cooperar para o repatriamento dos seus cidadãos expulsos dos Estados Unidos.

A mesma sanção afecta igualmente outros países como a Guiné Conakry, a Eritreia e o Camboja, indica o comunicado publicado pela Embaixada norte-americana na Serra Leoa.

Há algumas semanas, o Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Embaixada da Serra Leoa nos Estados Unidos recusaram-se a repatriar 27 pessoas, presumíveis cidadãos serraleoneses recentemente libertos das cadeias norte-americanas.

Na sequência desta medida do Governo norte-americano, o Ministério serraleonês dos Negócios Estrangeiros anunciou esta quarta-feira ter recomendado à Embaixada do seu país nos Estados Unidos para receber as 27 pessoas em apreço e preparar o seu repatriamento.

O Governo serraleonês está preocupado com o regresso destes antigos prisioneiros e colocou o Escritório Nacional da Segurança em estado de alerta para os controlar à sua chegada. (Panapress)

DEIXE UMA RESPOSTA