Em petição, 67 mil pedem a Casa Branca que George Soros seja considerado terrorista

George Soros (DR)

Uma petição no site da Casa Branca que pede que o bilionário George Soros seja considera um terrorista por actos de “sedicção” já foi assinada por mais de 67 mil pessoas.

Israel acusa Soros de minar governos democraticamente eleitos

“O DOJ [Departamento de Justiça, na sigla em inglês] deve declarar imediatamente George Soros e todas as suas organizações e membros de sua equipe terroristas domésticos e todos os seus bens pessoais e de suas organizações devem ser apreendidos”, diz o texto.

A petição foi criada em 20 de Agosto e acusa Soros de “desestabilizar” e “cometer actos de sedicção contra os Estados Unidos e seus cidadãos” com a criação de “organizações discretas” para o fim do “governo constitucional”.

Até o momento, a iniciativa tem 68.950 assinaturas. Caso o número de assinaturas chegue a 100 mil até 19 de setembro, a Casa Branca irá fornecer uma resposta à demanda dentro de 60 dias.

Soros, dono de uma fortuna estimada de 25,2 biliões de dólares, coordena uma rede de ONGs que afirma estar presente em mais de 100 países. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA