Cunene: Mulher queimada com gasolina por ciúmes

Serviço de Bombeiros numa acção de extinção de incêndio. (Foto: Estêvão Manuel)

Uma cidadã de 34 anos de idade, residente no bairro Caculuvale, arredores da cidade de Ondjiva, província do Cunene, foi queimada nesta segunda-feira com gasolina, pelo seu marido, por motivos de ciúmes.

Em declaração hoje, terça-feira à Angop, a lesada que encontra-se a receber tratamentos médicos no hospital geral de Ondjiva com queimadoras do terceiro grau, disse que o facto ocorreu às 18 horas de segunda-feira, depois de uma briga, na qual o esposo alegava encontrar preservativos usados no recinto do seu quintal.

Depois de tantas interrogações, segundo a mulher, feitas pelo marido sobre a presumível traição, pegou numa corda amarrou-a pelos braços, atirou gasolina e de seguida ateou fogo.

A vítima disse que o pior não aconteceu devido a pronta intervenção do filho que, pediu auxílio aos vizinhos que vieram em seu socorro.

Entretanto, o médico-cirúrgico, Truong Van Quan (Pablo), encarregue pelo tratamento da paciente esclareceu que a situação da lesada é crítica, porque a queimadura atingiu até o terceiro grau.

De momento estamos a fazer o curativo e dar algumas injeções e antibióticos mas, não podemos garantir nada ainda de momento, disse o médico.

Fonte dos Serviços de Investigação Criminal do Cunene informaram que o autor, de 40 anos, já detido, incorre no crime de violência doméstica, ofensas corporais graves e tentativa de homicídio. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA