Coreia do Norte: “Chegou o momento de acabar com as meias medidas”

A embaixadora dos EUA na ONU, Nikki Haley (TIMOTHY A. CLARY / AF)

Os Estados Unidos querem que as Nações Unidas adoptem as “medidas mais fortes possíveis” para punir o mais recente ensaio nuclear da Coreia do Norte, declarou hoje a representante de Washington junto da ONU, Nikki Haley.

“Chegou o momento de acabar com as meias medidas”, disse a embaixadora dos Estados Unidos junto da ONU, durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança, a decorrer hoje na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, cerca de 24 horas depois de o regime liderado por Kim Jong Un ter anunciado a realização com sucesso do sexto teste nuclear daquele país, desta vez com uma bomba de hidrogénio.

Nikki Haley salientou ainda o caráter de “urgência” da situação e frisou que a abordagem das Nações Unidas pelo menos nas duas últimas décadas “não funcionou” para mudar a atitude norte-coreana.

No início desta reunião de urgência, a ONU expressou a sua preocupação perante o recente ensaio nuclear norte-coreano, que qualificou como uma “perigosa provocação”.

A organização também pediu uma “resposta completa” da comunidade internacional para evitar tais ações por parte do regime norte-coreano.

Este teste nuclear é “profundamente desestabilizador para a segurança regional e internacional”, declarou o secretário-geral adjunto da ONU para os Assuntos Políticos, Jeffrey Feltman.

Segundo peritos, Pyongyang testou no domingo a sua bomba nuclear mais potente até à data, um artefacto termonuclear que, de acordo com o regime norte-coreano, pode ser instalado num míssil intercontinental. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA