Ler Agora:
Companhia aérea de Cabo Verde sem voos internacionais nos próximos dias
Artigo completo 3 minutos de leitura

Companhia aérea de Cabo Verde sem voos internacionais nos próximos dias

A companhia aérea cabo-verdiana TACV disse hoje não ter perspectivas de realização de voos internacionais nos próximos dias, adiantando que continua a encaminhar os passageiros para outras empresas, como a TAP ou a SATA.

A companhia aérea pública cabo-verdiana tem vindo a cancelar, desde o início do mês, a quase totalidade dos voos internacionais para a Europa, Brasil e Estados Unidos, devido a uma avaria no motor do seu único Boieng, deixando vários passageiros retidos em Cabo Verde.

“A TACV continua à procura de melhores soluções para o reencaminhamento dos passageiros e para a reposição dos voos afetados. A procura de um avião para fretamento prossegue, assim como de um motor de substituição equiparado, mas sem sucesso pelas dificuldades do fim de época alta em todos os mercados”, explicou em comunicado.

A empresa adianta que o reencaminhamento de passageiros através de outras companhias como a TAP, a Royal Air Marroc e SATA, “continua a ser a solução mais viável estando, todavia, sujeita à disponibilidade de lugares”.

“Tendo em conta estas extremas dificuldades e a falta de perspetivas para os próximos dias, a TACV disponibiliza aos passageiros que estão a iniciar as suas viagens o cancelamento e o reembolso integral dos seus bilhetes”, acrescenta o comunicado.

Os aeroportos mais afetados são os da Praia e São Vicente, com passageiros retidos para a Europa, Brasil e Estados Unidos.

“A ilha do Sal, por dispor de mais companhias a operar, não regista nenhum caso pendente”, assegura a TACV.

Algumas dezenas de passageiros retidos em São Vicente concentraram-se hoje à porta da delegação da TACV, à procura de informações sobre os respetivos voos.

Segundo a agência cabo-verdiana de notícias Inforpress, a maioria são emigrantes cujas férias terminaram, em alguns casos há vários dias, e receiam perder os postos de trabalho nos países de destino.

Segundo a Inforpress, o voo de quarta-feira com destino ao Brasil foi cancelado e os passageiros estão a aguardar por uma chamada telefónica da TACV.

Na sexta-feira, o ministro das Finanças, Olavo Correia, disse que o Governo está a trabalhar para encontrar alternativas ao único avião que opera nas linhas internacionais, que está avariado, e pediu compreensão aos passageiros afetados.

A companhia aérea pública cabo-verdiana está em processo de reestruturação com vista à sua privatização, tendo o Governo assinado com o grupo islandês Icelandair um contrato de gestão da empresa pelo período de um ano.

Com um passivo acumulado de mais de 100 milhões de euros, a empresa assegura agora apenas as ligações internacionais depois de o Governo ter negociado com a Binter Cabo Verde o exclusivo das ligações no mercado doméstico, empresa na qual entrou com 49% do capital. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »