CNE aprecia actas das dezoito províncias

Porta-voz da CNE, Júlia Ferreira (Foto Arquivo (Foto: Cortesia de Manuel Adão Zamba)

A Comissão Nacional Eleitoral apreciou hoje, em Luanda, as actas de apuramento definitivo dos 18 círculos provinciais eleitorais, onde constatou-se apenas reclamações nas províncias de Benguela e Huambo.

De acordo com a porta-voz da CNE,Júlia Ferreira, que falava à imprensa no final de mais uma plenária, as actas foram analisadas individualmente e as reclamações prontamente solucionadas a nível das comissões locais.

Com este acto está terminado o processo de verificação das actas de apuramento provincial, sendo que terça-feira vai-se apreciar a acta de apuramento nacional e o mapa oficial de resultados.

“A CNE está a trabalhar para cumprir com todas as etapas do processo até a publicação dos resultados nos prazos estipulados por lei (dia 06 de Setembro)”, afirmou a porta-voz da CNE.

As eleições de 23 de Agosto contaram com a participação de cinco partidos e uma coligação, nomeadamente MPLA, UNITA, CASA-CE, FNLA, PRS e APN, sendo que os resultados provisórios nacionais actualizados, disponibilizados pela CNE de Angola, colocam o MPLA em primeiro lugar, com 61,05 por cento dos votos.

Com maioria qualificada, o MPLA vê, assim, eleitos os seus candidatos a Presidente e Vice-presidente da República, João Lourenço e Bornito de Sousa, respectivamente, bem como 150 dos 220 deputados à Assembleia Nacional.

Na segunda posição, surge o partido liderado por Isaías Samakuva, a UNITA, com 26,72 por cento dos votos escrutinados, o que lhe confere 51 deputados dos 220 eleitos, e em terceiro a CASA CE, com 9, 49 porcento (16 deputados). (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA