CASA-CE recorre ao Tribunal Constitucional

Lindo Bernardo Tito, vice-presidente da CASA-CE (Foto: Antonio Escrivão)

A coligação CASA-CE irá apresentar um recurso ao Tribunal Constitucional, em Luanda, para impugnar a decisão da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) que dá vitoria qualificada ao MPLA e ao seu candidato João Lourenço, nas eleições de 23 de Agosto, intenção expressa hoje (quinta-feira).

Durante uma conferência de imprensa, o vice-presidente da coligação, Lindo Bernardo Tito, avançou que a sua organização política discorda do resultado final divulgado pela CNE e preparou um recurso para recorrer à decisão deste órgão eleitoral.

O político deu a conhecer que durante o processo, a CNE apresentou várias irregularidades, citando o transporte de boletins de voto fora das urnas, a divulgação de dados que não correspondiam aos dos delegados de listas e contagem sem a presença dos representantes da oposição.

Bernardo Tito afirmou que, por ser um processo anormal, a CASA-CE vai contender os resultados a partir dos meios legais e, caso o tribunal chumbe o pedido, a coligação irá reunir para tomar posições, que podem passar pela não tomada de posse dos deputados ou por uma manifestação.

O vice-presidente da CASA-CE felicitou os eleitores que souberam cumprir com o seu papel e com o espírito patriótico, ao recorrerem às mesas de voto para realizar o seu dever cívico.

Nas eleições de 2012, a CASA-CE conseguiu eleger oito deputados, fruto dos 345 mil e 589 votos obtidos, correspondentes a 06 porcento dos seis milhões, 124 mil e 669 votos totalizados.

No pleito de 23 de Agosto, participaram o MPLA (vencedor, com 61,08 porcento), a UNITA, a FNLA, o PRS, a APN e a coligação CASA-CE. (Angop)
(

DEIXE UMA RESPOSTA