CASA-CE prepara resposta aos resultados e deputados podem não assumir cargos

Abel Chivukuvuku, Presidente da CASA-CE ao centro (Arquivo) (Foto: Clemente dos Santos)

Vice-presidente garante que Abel Chivukuvuku não deixará a liderança

A CASA-CE continua a considerar como “um forte recurso” para contestar os resultados eleitoraisa recenteproposta de criação de uma Comissão de Bons Ofícios da Sociedade Civil e das Igrejas angolanas.

O vice-presidente da coligação, Manuel Fernandes, admitiu também que coligação poderá recorrer “a outras formas de luta” previstas na Constituição e na Lei, mesmo depois de o Tribunal Constitucional (TC)ter considerado improcedente um recente pedido de impugnação dos resultados eleitorais provisórios.

Fernandes afirmou, no entanto, que a coligação não se vai desintegrar, em face dos resultadoseleitorais divulgados pelaCNE, devendo Abel Chivukuvuku continuar na liderança.

Para ele, tais resultados não devem ser atribuídos a um eventual mau desempenho do seu líder.

A VOA soube, entretanto,de outras fontes internas da coligação , da ocorrência de “encontros exploratórios” para uma possível mediação da Igreja Católica para a solução da crise pós-eleitoral.

Para já, e enquanto não se vislumbra qualquer solução de crise, a curto prazo,as mesmas fontes asseguram que está a ser encarada “com alguma seriedade” a possibilidade de a coligação vir a boicotara investidura de João Lourenço no cargo de Presidente da República, bem como a não tomada de posse dos 16 deputados eleitos. (VOA)

DEIXE UMA RESPOSTA