Brexit sobe de tom: União Europeia está a “chantagear” Reino Unido, acusa ministro do Comércio

Um manifestante abandona a concentração contra o 'Brexit' celebrada em Londres. (JUSTIN TALLIS -AFP)

O ministro britânico do Comércio diz que o Reino Unido não pode “ser chantageado” pelo bloco europeu, nas negociações para o Brexit. Enquanto as palavras azedam, as negociações não avançam.

As palavras sobem de tom. Depois de Michel Barnier – o homem responsável pelas negociações do Brexit do lado da União Europeia – ter acusado o Reino Unido de “nostalgia” nas negociações, em vez de adotar uma postura realista, chega o contra-ataque.

O ministro do Comércio, Liam Fox, acusou esta sexta-feira, a União Europeia de estar a “chantagear” o Reino Unido: “Não podemos ser chantageados a pagar um preço, à cabeça”, disse em declarações no Japão, onde está com a primeira-ministra Theresa May, para tentar delinear um acordo comercial pós-Brexit.

Com estas palavras, o ministro britânico do Comércio, mostra bem que a posição do Reino Unido é a de que, primeiro devem terminar as negociações, e só depois a fatura do divórcio: “pensamos que devemos começar as discussões sobre o acordo final, porque isso é bom para as empresas, e para a prosperidade de ambos, quer dos britânicos, quer dos europeus”.

A União Europeia está a exigir ao Reino Unido um pagamento, que deve rondar os 60 mil milhões de euros, que o país tem de pagar para abandonar o bloco. A terceira ronda de negociações terminou esta semana sem avanços. Aquilo que Michel Barnier resumiu em duas palavras: “nada aconteceu”. (Jornal Económico)

DEIXE UMA RESPOSTA