Aumenta violência doméstica na Huíla

(DR)

Houve 120 casos de abandono familiar só em Agosto

Os casos de violência doméstica sucedem-se na província da Huíla.

Entre os casos arrolados até Agosto , destacam-se a violência física, patrimonial, falta de prestação de alimentos, bem como o aumento de casos de abandono familiar que no período atingiram 120 ocorrências.

O chefe do Departamento de Política Familiar da Direcção Provincial da Família e Promoção da Mulher, Luciano Lucundi, aponta o desemprego e as crises de relacionamentos entre as causas do aumento de casos de abandono familiar.

Lucundi referiu-se à violência entre marido e mulher e afirmou que o problema do álcool faz piorar as situações existentes.

Há tambem questões de abandono das famílias que, por seu lado, tem várias causas.

Algumas vezes “por questões de procura de emprego foram para a outras províncias chegando lá dois, três, quatro meses depois arranjam uma outra relação uma outra família e esquecem-se da família».

Para prevenir e travar os comportamentos desviantes que colocam em causa os valores familiares, aquele departamento defende ser importante o envolvimento de outras instituições como, por exemplo, a igreja.

“Os valores do amor ao próximo do respeito da honestidade e da verdade” são alguns que segundo Luciano Lucundi “têm sido passados em palestras para diminuir as crises entre as famílias”. (VOA)

DEIXE UMA RESPOSTA