Artista plástico angolano Hildebrando de Melo convidado para Jaipur Kala Chaupal na Índia

ARTISTA PLÁSTICO HILDEBRANDO DE MELO (FOTO: ANGOP)

O artista plástico angolano Hildebrando de Melo é um dos seleccionados e convidados para o Jaipur Kala Chaupal, residência artística e exposição na cidade de Jaipur, na Índia.

Um documento a que a Angop teve acesso informa a residência artística vai decorrer de 19 a 30 Outubro, enquanto a exposição será realizada de 1 a 4 de Novembro 2017, respectivamente.

De acordo com o documento, o Jaipur Kala Chaupal é um evento anual com as suas raízes firmemente enraizadas no Hotel Diggi Palace, Jaipur. Diggi Palace, anfitrião do Jaipur Festival Literário, e o ambiente certo para espoletar a energia criativa.

O Jaipur Kala Chaupal (JKC) residência artística e festival foi concebido e formalizado por um grupo de filantropos que esperam alargar as fronteiras das artes tradicionais e artistas tradicionais, para se fundirem com as artes e artistas contemporâneos, para criação de uma metamorfose para uma nova e mais original expressão artística.

Esta plataforma pretende proporcionar uma oportunidade única para os já estabelecidos, emergentes, Indianos e artistas globais, facilitando a troca de ideias e informações sobre o desaparecimento das artes tradicionais, mantendo-se a par das alterações da mesma em todos os fluxos de arte que o Jaipur Kala Chaupal foi contextualizado para integrar as artes tradicionais da Índia com as formas de arte contemporânea existentes internacionalmente.

Este evento proporcionará uma oportunidade única para os artistas estabelecidos e emergentes de vários países puderem olhar para a alma das artes e dos artistas da Índia, que simultaneamente irá proporcionar uma boa oportunidade para os artistas indianos interagirem com a comunidade artística global e aumentarem a compreensão sobre os estilos contemporâneos de expressões artísticas, predominantes internacionalmente.

Hildebrando de Melo, natural do Huambo, é vencedor do Prémio Ensarte, na categoria Juventude, e do Prémio Desenhos na Areia da Empresa Norsk Hidro.

O artista participa em colecções particulares, nacionais e internacionais, e com trabalhos expostos em Portugal, Estados Unidos da América, Alemanha e Angola. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA