ADN prova que Pilar Abel não é filha de Salvador Dalí

Salvador Dali (DR)

A disputa sobre a paternidade obrigou, por decisão judicial, a abrir a sepultura de Dalí

As análises feitas aos ADN de Salvador Dalí e de Pilar Abel, uma cidadã espanhola de Figueres, na Catalunha, que dizia ser filha do pintor, indicam que não existe qualquer relação de parentesco entre os dois, segundo um comunicado da Fundação Gala-Salvador Dalí.

Os resultados obtidos nas análises realizadas nos institutos forenses de Barcelona e de Madrid foram transmitidos a um juiz e o julgamento foi marcado para dia 18 de setembro em Madrid.

Segundo Pilar Abel, que reclamava parte da herança e o nome do pintor, Dalí manteve uma relação com a sua mãe no verão de 1955, quando a mulher trabalhava como babysitter no município de Cadaqués. As únicas provas que apresentou foram o testemunho de uma amiga e a sua palavra de que a sua mãe lhe tinha confessado este segredo antes de adoecer.

Pilar Abel nasceu a 1 de fevereiro de 1956, exatamente nove meses depois de a sua mãe ter casado com Juan Abel, que sempre viu como pai. Os seus dois irmãos e o seu ex-marido não sabiam da alegada paternidade.

Esta situação obrigou por decisão judicial a abrir a cripta do artista, situada no interior do Teatro-Museu Dalí em Figueres. Uma equipa forense recolheu partes do corpo de Dalí, unhas, ossos e dentes, para conseguir obter o seu ADN.

Depois de se conhecer os resultados a Fundação Gala-Salvador Dalí disse em comunicado que nas análises se tinha constatado que não existe relação familiar entre o artista e Pilar Abel. “A Fundação alegra-se em por fim a uma absurda e artificial polémica, e de que a figura de Salvador Dalí fique definitivamente excluída de pretensões totalmente infundadas”.

A entidade realçou também que os restos mortais de Dalí serão restituídos à cripta em breve. E criticou a decisão judicial da ordem de exumação, considerando-a “invulgar e injustificada”, anunciando que não descarta a hipótese de tomar medidas para que “os custos e prejuízos” de toda a operação sejam devolvidos. (Diário de Notícias)

DEIXE UMA RESPOSTA