Activistas marcham de Charlottesville a Washington em protesto contra o racismo

(Reuters)

Um grupo de manifestantes da cidade de Charlottesville chegou nesta quarta-feira, 6, a Washington, D.C., após uma caminhada de dez dias, para protestar contra a reacção do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aos eventos provocados por militantes neonazistas na Virgínia no início do mês passado.

Depois de marcharem por quase 190 quilómetros, cerca de 200 activistas, que partiram de Charlottesville, no último dia 28, chegaram ao memorial de Martin Luther King, Jr., na capital americana, por volta das 16h, horário local.

Com gritos antirracistas, os manifestantes pediram a saída do actual chefe de Estado dos EUA, Donald Trump, a quem acusam de estar do lado dos supremacistas brancos que marcharam em Charlottesville há um mês.

Segundo fontes locais, os manifestantes pretendem permanecer acampados na capital até a Marcha para Justiça Racial, marcada para o próximo dia 30. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA