Última Hora: Protestos eleitorais intensificam-se no Quénia, governo adverte agitadores

Protestos violentos no Quénia depois que o principal opositor do presidente cessante rejeitou os resultados provisórios (DR)

Centenas de apoiantes da oposição saíram as ruas da capital de Nairobe, em protesto aos resultados das eleições, que foram contestados pelo principal candidato da oposição, Raila Odinga.

Os manifestantes bloquearam estradas com pedras, queimaram pneus, depois que Odinga anunciou que os resultados das eleições eram “fictícios e falsos”, e que o sistema da comissão eleitoral foi pirateado.

A polícia anti-motim dispersou manifestantes na cidade portuária de Kisumu com gás lacrimogéneo.

O ministro interino do Interior, Fred Matiang’i, pediu aos agitadores, especialmente nas mídias sociais, que se abstenham de espalhar informações falsas que põem em perigo a segurança nacional.

“Isso, claro, inclui o nosso comportamento e nossa conduta nas redes sociais”, advertiu. (Africanews/Portal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA