Turista inglesa é baleada ao entrar por engano em comunidade no RJ

Turista inglesa é baleada ao entrar por engano em comunidade de Angra dos Reis (RJ) (DR)

Eloise Dixon e a família foram alvos enquanto procuravam lugar para comprar água em Angra dos Reis. Ela foi atingida por dois tiros, mas não corre risco: ‘Deu sorte’, diz médico.

Uma turista inglesa foi baleada ao entrar por engano em uma comunidade de Angra dos Reis, litoral sul do Rio de Janeiro, neste domingo (6). Ela estava com a família em um carro alugado procurando um lugar para comprar água. Segundo a equipe médica, ela não corre risco, como mostrou o Hora 1.

Eloise Dixon, de 46 anos, foi atingida por dois tiros e levada direto para a sala de cirurgia do Hospital Geral da Japuíba. “O projétil percorreu todo o abdôme e por sorte não pegamos grande vasos ou órgãos importantes. Deu sorte, realmente”, relatou Rodrigo Mucheli, diretor médico do hospital.

O marido dirigia o veículo, a vítima estava no banco do carona e as três filhas no banco de trás. O automóvel foi atingido por disparos na porta, nos pneus e até no encosto da cabeça de onde a mulher estava sentada. O motorista conseguiu dirigir até o posto da Polícia Rodoviária Federal, onde a família foi atendida e levada ao hospital.
O carro já passou por perícia. A Embaixada do Reino Unido e o Consulado Geral britânico entraram em contato com a família para organizar a transferência da vítima para um hospital do Rio.

O secretário de governo da Prefeitura de Angra dos Reis, disse que o marido e as filhas da mulher vão ficar hospedados na cidade até que ela tenha alta. Ele comentou sobre as comunidades dominadas pelo tráfico. “A gente tem comunidade que a gente não pode entrar, que a imprensa não pode entrar, que o serviço [público] não pode entrar, isso é inadmissível mesmo. A gente tem que cobrar providências urgentes”. (G1)

DEIXE UMA RESPOSTA