Tribunal de Oeiras rejeita candidatura de Isaltino Morais

Isaltino Morais (DR)

O Tribunal de Oeiras rejeitou, esta terça-feira, a candidatura de Isaltino Morais devido a um problema com as assinaturas.

Foi no passado dia 1 deste mês que o candidato à Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, entregou no Tribunal de Oeiras as 31 mil assinaturas recolhidas para os órgãos autárquicos do concelho nas próximas eleições. Hoje, dia 8, o mesmo tribunal rejeitou a sua candidatura, avançou o jornal i.

Na origem desta decisão estão, segundo a RTP, irregularidades na forma como as assinaturas foram recolhidas, uma vez que as listas não incluíam a identificação dos candidatos.

Porém, fonte responsável pela campanha de Isaltino Morais afirmou ao Notícias ao Minuto que ainda não recebeu qualquer notificação do Tribunal de Oeiras.

O candidato Isaltino tem agora 48 horas para contestar a decisão, sendo que, acrescenta a TVI24, está agendada uma conferência de imprensa para esta noite, às 21h30.

Recorde que o ex-autarca, eleito pela primeira vez em 1985 pelo PSD e que depois se tornou independente, abandonou o executivo quando foi detido, em abril de 2013, para cumprir dois anos de pena de prisão, por fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Um ano depois, a 24 de junho de 2014, saiu em liberdade condicional para cumprir o resto da pena em casa. E hoje, volvidos três anos, volta a candidatar-se a Oeiras. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA