Ler Agora:
Sudão do Sul: Exército ocupa principal base da oposição
Artigo completo 2 minutos de leitura

Sudão do Sul: Exército ocupa principal base da oposição

Oposição diz que ocupação da principal base não significa o fim da guerra da etnia Nuer contra o governo dominado pelo Dinka.
O exército do Sudão do Sul ocupou a principal base da oposição, em Pagak, perto da Etiópia, forçando a fuga de milhares, disseram hoje, à agência de notícias Reuters, os rebeldes.

O porta-voz dos rebeldes, Lam Paul Gabriel, disse que as suas forças sairam de Pagak, após o ataque, nas primeiras horas de domingo.

Lam explicou que a retirada dos rebeldes foi evitar o impacto de combates sobre a população.

Pagag é tida como a principal base da etnia Nuer, uma das principais do país, e é um ponto importante das operações dos rebeldes, desde 2014.

O governo iniciou as tentativas de ocupar a zona em Julho, o que forçou a retirada de trabalhadores humanitários e foi alvo de críticas como violação do cessar-fogo assinado em Maio pelo presidente Salva Kiir, da etnia Dinka.

Lam disse que a ocupação da principal base não significa o fim da guerra da etnia Nuer contra o governo dominado pelo Dinka.

O governo não comentou o ataque.

O Sudão do Sul está em guerra civil desde 2013, apenas dois anos depois da independência, quando Kiir despediu o seu vice-presidente, Riek Machar, da etnia Nuer.

Machar encontra-se, desde Dezembro de 2015, na África do Sul. (Voa)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »