Plano da região SADC analisado em Luanda

Vista parcial da cidade de Luanda (Foto: Lusa)

O plano de acção de industrialização da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), com foco no desenvolvimento de cadeias regionais de valor, foi analisado ontem, em Luanda, num seminário promovido pelo Ministério da Indústria.

O evento serviu para discutir e mostrar os vínculos entre uma cadeia de valor nacional, da regional, para determinar os custos nacionais indicativos de coordenação do sector público.

O secretário de Estado da Indústria, Kiala Gabriel, apelou os consultores nacionais a aproveitarem o máximo a experiência que está a ser transmitida por especialistas da SADC, visando a melhor internacionalização da estratégia e do roteiro sobre a industrialização da comunidade no período entre 2015 a 2063.

Kiala Gabriel considera a industrialização angolana como uma das vias mais seguras para alcançar o desenvolvimento, com base na transformação de produtos e a criação de uma real cadeia de empregos e riqueza, capazes de fortalecer a economia e divisas, que devem facilitar as trocas comerciais inter-regionais e internacionais.

Segundo explicou Kiala Gabriel, o alcance de grandes metas no Plano de Desenvolvimento Especial Indicativo Regional requer o processamento dos recursos naturais na região, tendo como primado a implementação da Zona de Comércio Livre da SADC, a proclamação da União Aduaneira, a criação do Mercado Comum, a proclamação da União Monetária e a integração monetária plena entre os estados-membros. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA