Parlamento iraniano aumenta financiamento do programa de mísseis em resposta às sanções

(AP Photo/ Vahid Salemi)

Neste domingo (13), o parlamento persa aumentou a verba destinada a suportar seu programa de mísseis como uma medida de resposta às mais recentes sanções impostas por parte de Washington contra este país, bem como contra a Rússia e a Coreia do Norte.

Comunica-se que os legisladores iranianos aprovaram a medida com 240 votos a favor e uma abstenção.

O porta-voz do parlamento, Ali Larijani, advertiu que este é “o primeiro passo” que os legisladores iranianos tomaram para contrabalançar a retórica de Washington a respeito de Teerão.

A agência AFP precisou que se trata de um aumento no valor de US$ 520 milhões que serão alocados ao desenvolvimento do programa balístico e às actividades regionais do Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica, tropas de elite governamentais, em resposta aos EUA.

“Os americanos deveriam saber que não se trata senão do nosso primeiro [e único] passo”, preveniu o presidente do parlamento, Ali Larijani, após anunciar os resultados da votação por maioria esmagadora a favor da aplicação de novas medidas destinadas a “fazer face às acções terroristas e aventureiras dos EUA na região”.

Mais cedo, em 2 de Agosto, o presidente dos EUA Donald Trump assinou o projecto de lei que impõe novas sanções contra 18 organizações e pessoas físicas relacionadas com o programa de mísseis iraniano. Teerão condenou as respectivas medidas, informando que tomaria medidas de resposta.

A agência IRNA detalhou que a iniciativa recebeu o apoio de 240 deputados de um total de 247. (Sputnik)

DEIXE UMA RESPOSTA