Palestra abre jornadas do aniversário do PR

Presidente José Eduardo dos Santos (DR)

A palestra sob o tema “O legado histórico do Presidente José Eduardo dos Santos no fortalecimento da unidade nacional e democratização de Angola”, marcou ontem, em Luanda, o início das actividades para homenagear o Chefe de Estado pelo seu 75º aniversário natalício, que se assinala no próximo dia 28.

O evento, que decorreu no centro de conferências do Comando do Exército, contou com a presença de generais, almirantes, capitães, oficiais subalternos, sargentos, praças e trabalhadores civis.

Na sua comunicação, o prelector Laurindo Vieira, professor universitário, começou por falar do período de 1979/1992, tendo referido que, no mesmo período, as acções do Presidente da República foram fundamentais para manter a integridade territorial, a manutenção da paz e estabilidade das instituições e do poder do Estado.

Para Laurindo Vieira, os primeiros anos da década de 80 foram marcantes para o Presidente José Eduardo dos Santos, porque, por um lado se vivia o agudizar da guerra e era necessário travar os ataques dos inimigos do povo angolano, por outro lado, ganhar a confiança da sociedade. As primeiras acções do Presidente José Eduardo dos Santos serviram para a consolidação da liderança, quer a nível do MPLA, quer no seio das Forças Armadas Populares de Libertação de Angola FAPLA.

Ainda na década de 80, disse o prelector, o Presidente José Eduardo dos Santos desenvolveu uma luta diplomática nos grandes centros de decisões políticos, que culminou com a assinatura dos Acordos de Nova Iorque, em 1988, que resultaram na independência da Namíbia.

Na busca da paz, o Presidente José Eduardo dos Santos assinou vários acordos, entre ao quais os de Gbadolite, em 1989, e de Bicesse, em 1991. José Eduardo dos Santos soube dar continuidade aos princípios políticos e ideológicos defendidos por Agostinho Neto. (Jornal de Angola)

DEIXE UMA RESPOSTA