ONUSIDA e Governo de Luanda discute mecanismos para luta contra Sida

(DR)

O Director do Programa Conjunto das Nações Unidas para o combate ao VIH/Sida (ONUSIDA), em Angola, Michel Kouakou, reuniu-se quarta-feira, com o governador de Luanda, Higino Carneiro, tendo solicitado apoio para impulsionar acções com vista ao combate da doença na província.

“Sendo Luanda uma das maiores cidades africanas, com mais de 7 milhões de habitantes, acreditamos que todo o trabalho que aqui for feito terá um grande impacto contra o Sida, a nível nacional”, referiu Michel Kouakou.

Por sua vez, o governador de Luanda assegurou que está disponível em continuar a trabalhar com o novo director do ONUSIDA no país, para que os objectivos programados para o combate ao VIH/Sida sejam alcançados, tendo avança do que “o nosso compromisso mantém-se”.

O governador provincial acolheu a proposta com muito interesse e prometeu-se em responder tais desafios nos próximos dias, depois da sua equipa estudar o caso.

Durante o encontro, Michel Kouakou sugeriu um maior envolvimento dos administradores municipais e os membros da sociedade civil angolana neste processo de prevenção e combate do VIH/Sida.

“Sabemos que a prevalência do Sida em Angola é baixa, mas este é o momento certo para agirmos e evitar que a epidemia cresça, sobretudo entre os jovens”, sublinhou.

A audiência serviu ainda para o ONUSIDA apresentar uma proposta de subscrição da “Declaração de Paris para o fim do VIH/Sida”, uma iniciativa das Nações Unidas que prevê erradicar o Sida como ameaça de saúde pública até 2030, em linha com os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA