MPLA reafirma prioridade na produção de bens essenciais e empregos

CANDIDATO DO MPLA À PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, JOÃO LOURENÇO (FOTO: FRANCISCO MIUDO)

O candidato do MPLA a presidente da República, João Lourenço, reafirmou hoje, em Malanje, como prioridade o investimento na agricultura e na agro-pecuária, para que o país possa garantir mais empregos e produzir os bens essenciais necessários à satisfação da população

Ao falar para cerca de 120 mil pessoas, num comício na cidade de Malanje, João Lourenço, promete, caso vença as eleições de 23 de Agosto, dedicar maior atenção à produção de bens alimentares, em qualidade e em quantidade, para que a sua população tenha força para trabalhar.

Depois de ter pedido o voto para garantir uma vitória de cinco a zero nas eleições, João Lourenço apontou como prioridades a produção do açúcar, em quantidades suficientes, incentivando e massificando o seu cultivo, assim como de oleaginosas, particularmente o girassol.

Valorizou, ainda, o relançamento da indústria têxtil, produzindo tecidos para a confecção de vestuário e reduzir a importação de roupas, garantindo, consequentemente, mais postos de trabalho.

Promete um governo que garanta a produção de bens e serviços para populações, com a participação activa dos próprios angolanos, organizado e com determinação para construir um futuro próspero.

Com 328 mil e 885 eleitores, dos 9.317.294 registados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), esta é uma das principais chamadas praças-fortes desta formação política e onde, nas três eleições anteriores, o MPLA obteve os cinco lugares em disputa para o Parlamento. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA