Malanje: INADEC exorta consumidores a cultura de reclamar

Uma das artérias de Malanje. ( DR)

O Chefe do núcleo provincial de Malanje do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADCE), Carlos Correia, exortou hoje, nesta cidade, aos compradores a ganharem a cultura jurídica de clamar pelos seus direitos.

De acordo com o responsável, durante o segundo trimestre deste ano, o INADEC registou apenas 14 reclamações por parte dos consumidores que viram os seus direitos violados.

Precisou que as mesmas surgiram dos consumidores da empresa ENDE, com maior incidência das instituições bancárias e estabelecimentos comercias que, por via de cartas, telefonemas e do livro de reclamações, viram solucionadas as suas preocupações.

A respeito, disse que os fornecedores de bens e serviços devem procurar mecanismo que beneficiem os clientes, assim como definir, na sua relação com os clientes, métodos eficazes de controlo e vigilância, tendo acrescentado que o INADEC em Malanje tem realizado palestras para divulgar os direitos dos consumidores.

O Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), afecto ao Ministério do Comércio, foi criado pelo governo de Angola em 1997, para auxiliar e defender as pessoas e instituições envolvidas em casos do género. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA