Huíla: Homicídios evidenciam semana delituosa da polícia

Huíla: detidos suspeitos (Foto: Morais Silva)

Dois homicídios voluntários motivados por desavenças, ocorridos no interior de uma residência e na via pública, foram registados nos últimos sete dias pela Polícia Nacional na Huíla, informou hoje, quinta-feira, no Lubango o seu porta-voz, superintendente chefe Carlos Alberto.

Segundo o responsável que falava à margem do balanço semanal da segurança pública, referiu que os casos constituem parte dos 59 crimes de natureza diversa ocorridos durante o período em análise, mantendo um igual número de “assassinatos” em relação a igual semana anterior.

De acordo com o porta-voz, as vítimas provenientes dos municípios dos Gambos e Lubango, são de ambos os sexos, um de 32 anos e outra com idade não identificada até ao momento.

Afirmou que o consumo de álcool entre amigos causou desavenças que levou o primeiro crime na localidade dos Gambos, em que o autor atingiu com uma catana à vítima e depois acabou por suicidar-se.

No segundo, no Lubango, as desavenças conjugais levaram o marido a matar a mulher com um pau, uma vez que o mesmo pediu a esposa para convencionar o jantar e essa por sua vez contestou, acabando por ser o alvo da criminalidade.

Acrescentou que o autor do crime de 29 anos, já se encontra detido pelas autoridades locais.

Da totalidade dos crimes alistados pela corporação (59), menos 19 na semana anterior, 22 são contra pessoas, 34 contra propriedade e três contra a ordem e tranquilidade pública, tendo esclarecidos 30, que resultaram na detenção de 48 indivíduos como presumíveis autores. (Angop)

DEIXE UMA RESPOSTA