Haverá mão dura para os infractores que circularem nas faixas exclusivas para autocarros- PNA

Autocarros da Tcul (DR)

A abertura de corredores exclusivos para circulação dos transportes colectivos em Luanda, com início na avenida 21 de Janeiro, vai colocar a Polícia Nacional (PN) de prontidão para disciplinar os condutores que se queiram aproveitar da faixa reservada para os autocarros. Segundo o comandante-geral da PN, Ambrósio de Lemos, haverá mão dura para os infractores.

ara além de uma campanha de sensibilização dos condutores, para não circularem nos corredores exclusivos para os transportes colectivos, a Polícia Nacional pretende apertar a fiscalização para garantir que a medida é aplicada.

“A Polícia Nacional está preparada para ir disciplinando, porque vão sempre surgindo aqueles oportunistas que se metem na via dos serviços públicos e aí temos a Polícia para serem interpelados, e daí serem sancionados de acordo com o Código de Estrada”, avançou Ambrósio de Lemos, em declarações veiculadas pela Rádio Nacional.

Sem adiantar o valor das multas a serem aplicadas, o responsável garantiu apenas que a PN terá mão dura com os infractores.

Os corredores reservados para os autocarros vão começar a ser implementados na avenida 21 de Janeiro, com uma dimensão de faixa de rodagem de 3,5 metros, a partir do lancil, e marcados com tinta específica para pavimentos rodoviários.

De acordo com o representante do director provincial dos Transportes de Luanda, Tiago Ferreira, citado pela agência Lusa, as faixas exclusivas estão a ser criadas para o aumento da velocidade dos autocarros, permitindo um maior número de viagens por dia.

Para começar, numa primeira fase, está prevista a circulação de mais de 20 autocarros na avenida 21 de Janeiro.

Tiago Ferreira defendeu que a implementação das faixas para transportes colectivos deve ser acompanhada do investimento de operadores privados nas suas frotas. (Novo Jornal)

DEIXE UMA RESPOSTA