EPAL aumenta distribuição de água em Luanda

Logo da EPAL (Foto: D.R.)

O Projecto da Empresa Provincial de Água de Luanda (EPAL-EP) das 700 mil ligações domiciliares encontra-se concluído a 80%, sendo que 300 mil ligações estão acabadas e permitem jorrar o líquido em vários municípios de Luanda, revelou hoje, quinta-feira. nesta cidade o engenheiro Albertino Viegas Gomes.

O administrador para a área de projectos e investimentos da EPAL falava em conferência de Imprensa, nas instalações da ETA-Sudeste, no Kikuxi, município de Viana, quando fazia um balanço do projecto.

Até a presente data já foram executadas 533.923 ligações (80%) domiciliares das quais 280.215 (52%) encontram-se em fase de exploração, beneficiando a cerca de 1.401.075 habitantes, explicou.

A partir da próxima semana, avisou, prevê-se concluir os testes que estão a decorrer, para aferir o desempenho das infra-estruturas executadas na zona do Benfica, 9.704 nos bairros (Benvindo, Kifica, Honga, Cabo Lombo e Praia da Nicha), Cacuaco, 6.858 ligações no Bairro Boa Esperança3, Vidrul, Hota Nganga e parte do bairro Boa Esperança Central.

No Sambizanga, 20 mil (Ndala Mulemba, bairro Uige, Anteros e São Pedro da Barra), Kilamba Kiaxi, 16.177 (soba Capassa, 28 de Agosto, 4 de Abril, Nginga Mbandi, e Progresso), Maianga 15 mil (Gamek, Morro parte do Morro Bento), Cazenga, 19 mil, /São João, Santo António, Ilha do Novembro e Mabor).

Deu a conhecer que a Epal-EP vai, durante o corrente mês, de forma regular abastecer mais de 70.562 famílias nestas zonas.

Para a execução desta empreitada com conclusão prevista para finais do ano em curso, o responsaven esclareceu que a EPAL contratou a empresa Sinohydro Corporation, para executar 254.507 ligações distribuídas em Viana, Cacuaco, Kilamba Kiaxi e Sambizanga, e a empresa Guangxi Hidroeletric Constrution Bureau para executar 415.076 ligações distribuídas no Cazenga, Rangel, Ingobonta, Samba, Futungo e Maianga, no valor global de 249.595.941 dólares americanos.

Segundo o engenheiro, o projecto tem sido implementado de forma faseada, compreendendo quatro fases distintas, nomeadamente elaboração dos Estudos e Projectos, Execução das Infraestruturas, testes para aferir o desempenho das infra-estruturas executadas e a última consiste na exploração da rede. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA