Ler Agora:
Eleições/2017: Vice-ministra da Tanzânia chefia observadores da SADC
Artigo completo 2 minutos de leitura

Eleições/2017: Vice-ministra da Tanzânia chefia observadores da SADC

A vice-ministra dos Negócios Estrangeiros da Tanzânia, Susan Kolimba, chegou hoje, quinta-feira, a Luanda, para chefiar a equipa de observadores da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) que vai fazer o acompanhamento das eleições gerais de 23 de Agosto próximo.

No Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, a Angop apurou que Susan Kolimba vai dirigir os observadores da SADC até dia 21 de Agosto em substituição do ministro tanzaniano dos Negócios Estrangeiros, Agustine Mahiga, que por razões de agenda só escala o país na véspera das eleições.

A vice-ministra da Tanzânia, que não prestou declarações à imprensa, tem marcado para hoje um encontro de trabalho com o ministro angolano das Relações Exteriores, Georges Rebelo Chikoti, e uma reunião com os mais de 50 observadores da SADC que já se encontram no país.

A SADC, a par de outras organizações internacionais e entidades individuais, convidadas pelo Chefe de Estado José Eduardo dos Santos, a observarem as eleições de 23 de Agosto, é a primeira a enviar observadores ao país.

Constam igualmente da lista a União Africana (UA), União Europeia (UE) Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), a Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Entre as entidades individuais figuram os antigos presidentes Ramos Horta, de Timor-Leste, Lucas Pohamba (Namíbia), Joaquim Chissano (Moçambique), Pedro Pires (Cabo Verde), Manuel Pinto da Costa (São Tomé e Príncipe) e John Mahama (Gana) e o antigo primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Neves.

As eleições gerais de 23 de Agosto contam com seis forças políticas a disputar os 220 lugares na Assembleia Nacional e ainda a eleição do Presidente da República e do Vice-presidente, que são, respectivamente, o primeiro e o segundo nome das listas apresentadas pelo círculo nacional.

Para pleito eleitoral de 2017, nas quais concorrem os partidos MPLA, UNITA, CASA-CE, PRS, FNLA e APN, estão registados nove milhões, 317 mil e 294 eleitores. (ANGOP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos com são obrigatórios *

Input your search keywords and press Enter.
Translate »