Cunene: Mais de cinco mil mulheres aderem consultas pré-natais

Grávidas instadas a efectuarem partos nas unidades sanitárias (Foto: Eusébio Fonseca)

Cinco mil e 608 mulheres aderiram às consultas pré-natais, no Hospital Geral de Ondjiva, província do Cunene, entre Janeiro a Julho do presente ano, mais 300 em relação a igual período anterior, informou hoje à Angop, uma fonte oficial.

De acordo com a responsável do sector de estatística da maior unidade sanitária províncial, Augusta Catumbo, entre as assistidas, constam mil e 756 consultas primárias e três mil 852 retornos, gestantes que já frequentam o hospital.

Entretanto, explicou, “antes da consulta de rotina às mulheres são sensibilizadas sobre as vantagens das consultas (pré-natais) para uma gestação tranquila e saudável, bem como dos riscos do não acompanhamento médico durante o período de gestação” para a saúde do recém-nascido, sublinhou.

Na ocasião, também são ministradas informações sobre a importância do aleitamento materno, prevenção da malária, realização do teste do Hiv-Sida para o corte da transmissão vertical, caso a grávida for portadora do vírus, entre outros cuidados e conselhos.

Durante às consultas, anunciou Augusta Catumbo, 57 mulheres foram diagnosticadas com malária e outras testadas seropositivas com relação ao Hiv-Sida, em cifra não revelada. (ANGOP)

DEIXE UMA RESPOSTA